RAMAYANA EM CENA

O RAMAYANA é um dos épicos hindus mais conhecidos, ao lado do Mahabharata. Ambos são fonte inesgotável da cultura e sabedoria milenar indiana, possuindo valores nitidamente universais.

A diretora Andrea Prior tem pesquisado o épico desde o ano 2000 e realizado sua adaptação para o palco. No Espaço Rasa  espacorasa.art.br iniciou-se em 2009 o Projeto Ramayana, que vem se desenvolvendo, transformando-se e evoluindo a cada ano.

A primeira montagem do Ramayana para crianças foi feita em 2001, com adaptação e direção de Andrea Prior. Teve sua estréia no Centro Cultural São Paulo (CCSP), seguindo-se temporadas nos teatros distritais da Prefeitura de SP (Alfredo Mesquita, Alvares de Azevedo) e apresentações em unidades do SESC (Pinheiros, Vila Mariana, São Caetano, São José dos Campos) de 2001 a 2003. Em 2008 o Ramayana- As Aventuras do Príncipe Rama teve sua reestreia e curta temporada no Teatro Commune (SP). Saiba mais clicando aqui

* * * * * * * * 

De 2009 a 2011 a pesquisa de linguagem cênica re-uniu teatro, dança e música, buscando aproximar o sentido do sagrado na abordagem dos ensaios, pesquisa e montagem.  Foram realizadas 3 montagens (2009/2010/2011) reunindo dança, música e teatro para recontar o épico, com um elenco de 20 performers,  todas na época do Diwali – o  Festival das Luzes – no Viga Espaço Cênico. Os ensaios, oficinas,  atividades, palestras e rodas de conversa adicionaram conteúdo a todo o processo criativo, para culminar num único dia de apresentação, que coincidia com o sentido ritualístico da data.   Ao final da performance, uma cerimônia de prosperidade para a deusa Lakshimi, juntamente com o público, com o acendimento das lamparinas típicas, numa grande celebração.

* * * * * * * * 

Em 2012, a experiência foi recontar o Ramayana em episódios com linguagens distintas. O Espaço Rasa ofereceu oficinas de dança e estudos da literatura épica nas semanas anteriores.  Artistas parceiros foram convidados para se apresentar no Diwali daquele ano,e recontar o Ramayana em suas respectivas expertises. Desse modo, aconteceram: monólogo em teatro dança inspirado pela história da ascensão dos rakshasas por Andrea Prior,  contação de histórias com Adriana Fortes e parceira, Dança Indiana com grupo Rasananda, teatro de bonecos contando o episódio da ponte para Lanka e Hanuman com Maurício Sterchele e Ju Morimoto, e o nosso tradicional repente nordestino, com Gabriel Levi (sanfona), Ale Krug (letra)  e Ratnabali (canto indiano).

* * * * * * * * 

Em 2013/2014 , a Cia adentrou em pesquisa focada nas personagens do épico como inspiração para estudos performáticos. Os encontros ocorreram na sede do Espaço Rasa e os ensaios/apresentações foram feitos de maneira cíclica, em 05 encontros: o 1º definiu a personagem a ser trabalhada; no 2º. 3º e 4º os atores/performers apresentaram cenas criadas por eles mesmos, abordando diversas linguagens cênicas; no 5º encontro, apresentou-se a performance em local não convencional, seguindo-se bate-papo para compartilhar impressões com a platéia. 

Os princípios do Projeto Ramayana nesse ano visaram concentrar e desenvolver as potencialidades do ator na linguagem proposta – em parte face à exiguidade do tempo de ensaio, 3 horas em 4 dias – e permitir o improviso e a participação do público, subvertendo a separação ator-platéia, aproximando o teatro épico da vida cotidiana e contemporânea de cada um, uma vez que as personagens – arquetípicas – adentram em autêntico campo de universalidade nas cenas propostas. 

* * * * * * * * 

Em 2015, vivências e aulas aprofundaram o entendimento sobre os preceitos do épico, e culminaram numa apresentação e jantar típico indiano no Naniwa Kai em 14. nov, 19h

* * * * * * * * 

Em 2019, apresentação multiartística, fruto da imersão do divino masculino e do divino feminino em oficina que aconteceu no Espaço Rasa integrando dança, teatro, música/kirtan. Após a apresentação, nomeada “Pelo olhar de Sita”, realizou-se um cerimonial em celebração ao festival indiano Diwali, com puja à Lakshimi (Deusa da Fortuna) e Prasada ao final (alimento divino), em 27 de outubro, no Espaço EYWA (Lapa, São Paulo).

Acesse aqui o resumo ilustrado do épico Ramayana, compilado por Jeferson Santiago de França/Rama por ocasião do Ramayana em Cena 2019!

* * * * * * * * 

Em 2020, apresentação reunindo dança, teatro e música/kirtan, em formato otimizado. Após a apresentação,  realizou-se um cerimonial em celebração ao festival indiano Diwali, com puja à Lakshimi (Deusa da Fortuna) e Prasada ao final (alimento divino), em 14 de novembro, no Espaço Arvoredo (Pompéia, São Paulo).

* * * * * * * * 

 

Confira os álbuns de fotos:

RAMAYANA 2019

ramayana 2019

 

RAMAYANA 2011
RAMAYANA Diwali 2011

 

RAMAYANA 2010

Rama e Sita -casamento

 

RAMAYANA 2009

RAMAYANA Diwali 2009

 

RAMAYANA 2001 e 2008

RAMAYANA - As aventuras do Principe Rama (2001)