Histórico » NADA YOGA – DHRUPAD 08/04/2019

NADA YOGA – DHRUPAD 08/04/2019

DESCRIÇÃO DO EVENTO:

«Nada» em sânscrito significa som, ou seja, Nada Yoga é a prática de Yoga guiada pelo som. A música clássica indiana é uma das formas mais eficientes para o aspirante iniciar-se no Nada Yoga, mais especificamente o canto Dhrupad. Ela é constituída de uma grande variedade de ragas ou modos melódicos específicos que produzem efeitos poderosos tanto no indivíduo como no meio etéreo que o rodeia.

Dhrupad é a forma sobrevivente mais antiga da música clássica indiana, tendo sido originada no canto dos hinos védicos e mantras. Além de ser uma arte clássica altamente desenvolvida com uma complexa e elaborada gramática e estética, é também principalmente uma forma de veneração, na qual oferendas são feitas ao divino através do som ou «nada».

O Dhrupad pode ser visto como uma meditação, uma forma de yoga baseada no conhecimento dos nadis e chakras e também como uma arte performativa retratando um vasto universo de emoções humanas. Originariamente templária, é uma música profundamente espiritual e meditativa.

A intenção do Nada Yoga é desenvolver os conhecimentos terapêuticos e meditativos dos sons e aprender a utilizá-los e controlá-los como instrumento gerador de saúde e bem estar.

Facilitador:

Ricardo Passos é um músico português multi-instrumentista com uma longa trajetória dedicada ao estudo aprofundado de várias tradições ancestrais pelos quatro cantos do mundo. Explora a criatividade e espontaneidade de uma forma surpreendente, o que faz com que sua performance seja única e irrepetível e desperte no ouvinte as mais intensas e variadas emoções, convidando-o a dançar ou simplesmente contemplar e relaxar. Atualmente reside em Belo Horizonte e está terminando o curso de licenciatura na UEMG com habilitação em Educação Musical

 

PÓS-EVENTO:

 

Aconteceu a aula de Nada Yoga – Dhrupad ontem dia 08.abril de 2019 no Espaço Rasa com o prof Ricardo Passos!
Momentos melodiosos e meditativos com tema sobre Narayana .

 

 

 

 

EXEMPLO DO CANTO: