Espaço Rasa

Depoimentos

O “Seu” Rasa – nome carinhoso pelo qual chamamos esta nossa egrégora – está prestes a completar a maioridade: completa 18 anos (!) nesse 2020 peculiar por qual passamos tod@s…

Respondendo a um pedido um tanto urgente – sim!!!, estamos concorrendo para um edital… – os artistas e professores parceirxs, alunxs e frequentadorxs do Espaço Rasa enviaram algumas linhas descrevendo esse local de convívio que acolhe a diversidade e promove inúmeras atividades culturais.

O resultado foi além do esperado: um verdadeiro testemunho, uma carta de cada um ao coração do Rasa,  onde o Coletivo percebeu-se em sua própria história, em seus significados e sentidos.

Preenchido de contentamento, o “Seu” Rasa agradece do profundo de seu coração e disponibiliza aqui todas as palavras de carinho recebidas.

Rasa
  • O Espaço Rasa, ao longo desses anos, vem desenvolvendo as atividades multiculturais para o povo brasileiro. Estas atividades são importantes tanto para enriquecimento cultural quanto para enriquecimento humano: o encontro entre ocidente e oriente através da dança, música e arte  cênica. Tem sido um importante veículo para divulgar principalmente a filosofia e as várias formas da arte indiana. Eu como cantora indiana apresentei, junto com Andrea Prior dançarina e atriz, vários trabalhos para Consulado da Índia e nas várias unidades do Sesc . Parabéns Espaço Rasa

    Ratnabali
    Cantora indiana

O Rasa é um espaço de integração de culturas que tendo a cultura indiana como base se abre para infinitas conexões com a cultura brasileira e outras culturas orientais. Do mesmo modo faz um trabalho de divulgação e aprofundamento de uma grande variedade  dança, de teatro, técnicas corporais, religiosidade, celebrações, palestras e muitas outras atividades  com tanta frequência e qualidade que chega a surpreender. Um espaço de convivência artística e cultural sem similar que se admira ainda mais quando vemos a simplicidade de sua estrutura e a longevidade e alcance do trabalho.  Parabéns à Andrea Prior e  colaboradorxs!!

Gabriel Levi
Músico, compositor e arranjador

  • Onde a arte aconchega, mobiliza energia criativa e emana sua luz de dentro para além. Este é o Espaço Rasa. Que incentiva o encontro entre profissionais, professores, artistas de diversas áreas, comprometidos com o estudo e pesquisa de culturas afins. Promove “o fazer arte”, abrindo suas portas através de ações culturais periódicas. Como por exemplo: os saraus, viabilizando assim a participação de grande público, de diversas faixas etárias e condições sociais (muitas ações tem como ingresso contribuição espontânea, valores simbólicos e gratuidade. ). Estar no Rasa é ter oportunidade de dialogar com saberes e belezas diversas , coloridas, que nutrem o corpo e a alma.

    Angélica Rovida
    Professora de Danças Árabes

É com imenso prazer que escrevo sobre o Espaço Rasa. Estou desde o início, no endereço da Rua Heitor Penteado. Foi minha primeira experiência no Kathak. A cada dia, fui ficando mais apaixonada por essa dança clássica do Norte da Índia. Além da dança,  pude aprender sobre a cultura indiana: gastronomia, literatura, religião…tudo através do seu conhecimento e experiências vividas na Índia. Fui para a Índia, duas vezes com a minha família, uma delas tendo você como cicerone. Nesses dezesseis anos, adoeci, e posso garantir: sem a dança teria sido muito pior. Através da dança, “dancei” em cima dos problemas. Adquiri até meu DRT, aos 56 anos de idade!!!! Só tenho a agradecer. Muito, muito, muito obrigada!

Regina Lopes
Microempreendedora, proprietária do restaurante Lá na Regina

  • A primeira vez que pisei no Espaço Rasa, foi a convite da Andrea para prestigiar um brunch onde seria feita divulgação de sua tese de Pós Graduação em Cuidados Integrativos pela Unifesp. A atividade consistia da explanação acerca do trabalho e apresentação de um breve item em dança clássica estilo Odissi, além da refeição vegetariana e colaborativa. Imenso maravilhamento me provocou aquele local, aquelas pessoas que recebiam com tamanha doçura e generosidade, e qual surpresa ao ver que a atividade que eu pensei que duraria até as 13h, se estendera até as 15h e eu continuaria ali, sem sentir o tempo passar. Hoje eu frequento o espaço semanalmente e procuro estar em seus diversos eventos, que são verdadeiras oportunidades de transformação – sejam as palestras, rituais, oficinas de música, de dança, de teatro, saraus… Ao adentrar, somos transportados a outra atmosfera. É um local de muitos bons encontros e afetos, que catalisa despertares e promove saúde, educação e ampla reconexão com o divino, em meio ao bom humor e regado ao bom chá. É reconfortante a existência de um espaço assim, onde somos acolhidos com equidade, e onde são cultivadas serena e rigorosamente, virtudes e ações que elevam nosso viver. É muito graças a esse espaço que me profissionalizei como dançarina, e também como dançatriz. Nele, acontece diariamente a formação técnica e impulso à autonomia e criatividade de diversos artistas – são criadas condições para que cada um possa iniciar, aprofundar e desenvolver seu ofício com alta qualidade. Observo o afinco, a crença e incansável trabalho duro com que é mantido todo esse organismo – porque não consigo vê-lo como desprovido de Vida -, e à coordenação e colaboradores sou imensamente grata. Desejo que o espaço Rasa seja mais e mais reconhecido e suas ações se ampliem, são necessárias à cidade e ao mundo.

    Taiane Klein
    Dançarina e bacharel em Terapia Ocupacional

O Espaço Rasa é maravilhoso, sempre oferecendo o saber da cultura indiana a alunos, estudantes, expectadores e a quem se interessar. Através de oficinas, aulas e apresentações artísticas muito bem elaboradas. Enchem o coração de todos de cultura, filosofia e  muito conhecimento.

Guta Lopes
Professora de yoga e terapeuta corporal

  • Durante os anos que frequentei o Rasa, o Espaço me proporcionou uma experiência incrível cultural. Foi um alimento para minha alma através da arte/dança. Despertou a minha sensibilidade e um olhar mais poético para vida. Aprendi muito e conheci pessoais especiais. O Rasa faz parte da minha história de vida, que lembro sempre com muito carinho.

    Solange C Bueno
    Ex aluna Dança Indiana Odissi

Tenho acompanhado as atividades do  Rasa desde seu nascimento.
Quase 18 anos de atividades múltiplas, surpreendentes e extremamente enriquecedoras pra mim.
Me permitiu entender melhor a cultura indiana e outras vertentes orientais.
O Rasa, no entanto, abarca e combina culturas diversas e sempre apresenta cursos e atividades novas, numa permanente reinvenção.
Uma pequena jóia encravada no coração de São Paulo.
Obrigado por tudo e que tenhamos mais décadas de Rasa pela frente

Paulo Vitale
fotógrafo

  • O Espaço Rasa é um lugar de  aprendizado, de encontros, de vivências e apresentações artísticas, que favorece a criação de vínculos entre pessoas e artes diversas mas complementares.  Um privilégio poder participar deste amálgama de educadores artistas. 

    Solange
    Maestrina e professora de Música

Lugar onde se convive e se aprende diversas culturas étnicas, propulsor e fomentador de eventos de criação da dança, da música, da antropologia e de vivências. Gosto muito e tenho o prazer de acompanhar e colaborar há tempos como o que se passa no Espaço Rasa.

Cauê Procópio
Musico e compositor

  • O Espaço Rasa, esse lugar de acolhimento da cultura e arte indiana, mas não apenas, nos possibilitou – eu, Andrea Prior, Wilson Neves, Leonardo Pavini e Ricardo Botini – o desenvolvimento coletivo multiartístico (dança, música e videoarte) baseado na TEHP – Teoria da Espiral Harmônica Progressiva. Minha primeira relação com o Rasa foi em setembro de 2017 com uma apresentação do duo Espiral Harmônica no Rasacústico. Em abril de 2018, a partir dos encontros no Rasa, a criação e apresentação no MIS do espetáculo MANDALAMIS. E em julho de 2019, o Encontro do Núcleo de Arte Contextual realizado dentro do Espaço Rasa.

    Eduardo Penha
    Músico e criador da TEHP 

O Rasa é um oásis entre o deserto, um lugar colorido entre o cinza da cidade. Nele já vivi muitos encontros frutificantes. Onde o canto, a dança, o poema, a música, a encenação, entre tantas outras expressões nos agraciam e potencializam a arte primeira de viver. Nesse espaço pude, por um longo período, praticar Kempo, uma arte milenar da Índia, que muito nos lembra de nossa ancestralidade bem como a prontidão do agora. O Rasa aliás é um espaço que promove isso, o encontro do antigo e do atual, do velho e do novo, do religare e do indivíduo. Esse encontro se dá pelas aulas continuadas, peças desenvolvidas, rituais (indianos), festas celebradas e pela própria existência desse espaço, que promove no cotidiano um lugar aberto as pessoas. Já fui agraciada de estar presente em muitos desses encontros, entre eles o Ramayana, que a cada encenação aprofunda um aspecto do ensinamento oculto deste texto.
Sou muito grata pela existência do Rasa e rezo para sua preservação no tempo e espaço.

Com carinho
Daniela Boni
Atriz, bonequeira e praticante de Kempo Indiano

  • O espaço Rasa é um lugar no qual além de aprender várias formas de arte, proporciona o contato com diversas culturas do País e do mundo. Sou do Rio e frequento o Rasa há mais de dez anos, não só pra estudar dança, mas para assistir a excelente agenda cultural do espaço.

    Aglae Lima
    Funcionaria publica aposentada e dançarina

O Espaço Rasa incessantemente produz atividades culturais desde 2002. Abrindo turmas de ensino das mais variadas danças: desde a Indiana e as Árabes até as típicas brasileiras. Eu me envolvi sendo um percussionista colaborador do ensino da dança clássica Indiana, Odissi.  Oferece a meu ver um ambiente não só para o aprendizado das danças, mas inculturando os alunos em todo conteúdo dessas artes milenares. Para mim tem sido nesses 16 anos,  espaço de crescimento como artista e pessoa. Um ambiente rico de amizades e felicidade.
Desejo sempre que ele possa prosperar!

Sandro Ferraracio
Veterinário e percussionista

Andrea Prior, criadora do Espaço Rasa , dispensa comentários, é muito competente e também muito atenciosa.
O trabalho desenvolvido no Rasa é profissional e ao mesmo tempo alegre e até descontraído.
O RASA é uma casa de Cultura onde o oriental  ao ocidental se une, para elevar o nível de conhecimento dos participantes, de maneira competente, alegre e agradável.

Regina Helena Cotrim
Professora de física e atriz

  • Gostaria de deixar aqui o meu relato sobre esse espaço de arte e acima de tudo de amor ! Conheci a Andrea e o espaço Rasa no início do ano, e fui sempre acolhida com muito amor ! A maneira como a Andreia compartilha seus conhecimentos sempre me emociona e inspira. Muito talento e generosidade que fazem com que seus discípulos nutram-se por ela a genuína gratidão e ternura ! Eu agradeço por ter conhecido a Andreia e todos os colegas do espaço Rasa e por cada momento que tive e tenho a oportunidade de estar mestre local abençoado . Pretendo voltar a praticar o odissi no ano que vem, mas no momento a querida Andrea tem me auxiliado muito com a massagem Abhyanga, estou gestante e este carinho e cuidado fazem toda a diferença !

    Luciana Coutinho
    Psicóloga

Participei de oficinas de Dança dos Orixás ministradas por Cris Marcondes durante o ano de 2017. O Espaço Rasa acolheu essa iniciativa, organizando a gestão do trabalho e sempre nos recebendo com cuidado e gentileza.

Luciana Coin
Arteeducadora

No Espaço Rasa continuei meus estudos do Yoga e filosofia indiana com a dança Odissi e Andrea me ensinou muito mais ainda outras danças como Kathak , teatro, como vestir um saree, preparar um bom Chaiy , tocar as manjiras na Tala , muita música e ritmos presenciei nesse espaço sagrado pra mim: Espaço Rasa. Parabéns Andrea Prior!

Sua aluna
Amiga e aprendiz com Bakti Minakshi Devi Dasi

  • Sou frequentador assíduo do ESPAÇO RASA desde 2006. Participei de inúmeros Saraus e de algumas montagens do épico Ramayana. Acredito nesse espaço que alia Arte e Espiritualidade, num diálogo entre o orientalismo, em especial o hinduísmo, e todas as formas possíveis de perceber a arte.
    Após a defesa de minha monografia de pós-graduação na USP/2011 sobre O Clown e o Humor como instrumento pedagógico, o Rasa foi o primeiro espaço cultural que acolheu minha proposta, proporcionando que a pesquisa fosse colocada em prática em um oficina realizada naquele mesmo ano.
    A ética e a humanidade são pilares nesses 18 anos de história, num mundo carente de valores como estes. Considero a liderança de Andrea Prior um “farol” para o momento em que vivemos.

    Henrique Pessoa
    Ator, pedagogo e professor de Teatro

O Espaço Rasa é um local fantástico que prima pela promoção da cultura. Seu grande diferencial é a comunhão interdisciplinar, reunindo atividades de teatro, dança, música, literatura, cultura popular, filosofia, gastronomia, saúde e muito mais, sempre permeado pela busca de uma espiritualidade acolhedora, progressista e ecumênica, inspirada na cultura indiana. Tive o privilégio de participar como ator e dramaturgo de algumas produções e eventos e sempre me senti engrandecido pelo ambiente formado e o resultado junto ao público. Também pude frequentar aulas incríveis de dança indiana que me acrescentaram muito como artista. Definitivamente, o Rasa é um Espaço marcante e necessário na paisagem urbana.

Alexandre Krug
Ator, tradutor e dramaturgo

Um oásis de acolhimento e arte ,colaborativo e horizontal.
Com dança, música, teatro e ampla abertura de criação para adultos e crianças.
Eu conheci o Espaço Rasa a partir do projeto “Treinamento Militar de Fadas” onde o processo criativo de dança teatro de um espetáculo abre um espaço para acolher outros participantes neste projeto. A partir deste dia me envolvi totalmente e logo comecei a participar não só do processo mas do projeto “FADAS!!! “. Fui assistir ao espetáculo ,e depois a participei de uma confraternização de celebração de 16 anos onde houve apresentações de danças e canto. Em seguida participei do outubro feminino ,um  mês de atividades realizadas pelos frequentadores do espaço ,onde ministrei um workshop de teatro.
Definitivamente um lugar que fomenta a arte e os encontros!

Violeta Chagas
Atriz, produtora e iluminadora

  • Sou professora de danças árabes há 30 anos e desde 2005, ministro curso de dança no Espaço Rasa. Onde também desenvolvi e desenvolvo  Projetos artísticos, pedagógicos, pesquisas, em parcerias com variados profissionais renomados. Que lá estiveram e contribuíram para o Espaço se tornar referência em estudos sobre culturas e  práticas de danças étnicas, em especial a indiana.
    Além incentivar o encontro entre profissionais, professores, artistas de diversas áreas, comprometidos com o estudo e pesquisa de culturas afins, o Espaço Rasa também promove “o fazer arte”, abrindo suas portas através de ações culturais periódicas, como por exemplo, os saraus,  viabilizando assim a participação de grande público, com diversas faixas etárias e condições sociais (já que muitas ações tem como ingresso contribuição espontânea, valores simbólicos e até gratuidade.
    Destaco algumas participações minhas, em trabalhos desenvolvidos no Espaço Rasa: “Mostra De Danças-Espaço Rasa” Espetáculo “Dança Árabe com música ao vivo- Helder Araújo” Espetáculo Moiras, “Tecendo o Fio do Destino”, “Diversidade Cultural: Caminho para o Bem-estar”, “Ventre-repente” e Camerata de Violões “O Sagrado na Dança” “Uma Salomé Bem Brasileira” “Ventre-repente”

    Angélica Rovida
    Bailarina, arte-educadora e professora

O Espaço Rasa é um local de difusão multicultural, não só apresentando a cultura e tradições indianas, mas buscando uma sinergia com manifestações artísticas e culturais de outros povos. Um local que acolhe e difunde arte, espiritualidade, cidadania e bem estar.

Luiz Oliveira
Jornalista/Produtor Cultural/Terapeuta

Eu e minhas filhas somos alunas do Espaço Rasa desde o início deste ano, mas o interesse pelo trabalho que a Andrea vem desenvolvendo é antigo. Após tornar-me aluna, o interesse tornou-se encantamento. O Rasa desenvolve um trabalho cultural intenso, com aulas, workshops, cursos, práticas, palestras, apresentações… um trabalho lindo. Um trabalho que não apenas divulga a cultura indiana, mas que, através dela,  aumenta nossas consciências de nossos corpos, nossos pensamentos, nossas mentes, nosso equilíbrio (emocional, social, físico…).

Cecília
Instrutora de Pilates, mãe da Nathália (estudante e violinista) e da Fernanda (estudante)

  • Venho aqui agradecer os anos de parceria com o espaço “RASA” da minha querida amiga, Andrea Prior.
    Em 2012 produzimos com o apoio do espaço RASA o espetáculos
    Os Vivos e os Mortos, dirigido por mim e escrito por Kiko Marques a partir do conto homônimo do indiano Tagore, A peça trazia para o palco a premiada atriz Flávia Pucci. Em cena, Andrea Prior cantava e dançava acompanhada pela musicista Ratnabali e Lourdes Carvalho. Espetáculo que reestreiamos em 2013.
    Quero agradecer também pelo apoio para o desenvolvimento do projeto “Eu Machado” que entrou em cartaz no teatro Viga espaço Cênico em 2016.
    Ensaiamos no espaço RASA o  espetáculo o “Diário de uma mulher iluminada,” baseado na vida da mestre Sul Africana Leslie Temple Thurston. Nesse projeto Andrea Prior protagonizou o espetáculo ao interpretar a mestra sul africana Leslie, em 2019.

    Francisco Gomes
    Diretor artístico e criador da Cia. de Teatro “Círculo Miragem”

Sou muito grata ao Rasa, por todas as vivências que pude compartilhar, sendo acolhida com muito amor e respeito, sempre. Em todas as atividades das quais participei – dança indiana, teatro, leituras, oficinas de canto indiano, oficinas de feldenkrais, saraus culturais, eventos gastronômicos – pude levar experiências maravilhosas que me tornam uma pessoas melhor, pois,  além do desenvolvimento cultural, podemos nos relacionar com pessoas maravilhosas que passam a fazer parte da nossa vida, com as amizades e o carinho do grupo. PARABÉNS e muita Gratidão ao Rasa

Débora Beriteli Lisboa
Diretora de escola

Conheci o Espaço Rasa em 2016, quando entrei como bolsista em Dança Clássica Indiana, do estilo Odissi. Fiquei 2 anos como bolsista, tendo nesse tempo participado de diversas movidas culturais do espaço, como os Saraus que acontecem ritualisticamente a cada entrada de uma nova estação; o Bazar 3 Movimentos, que antecede o início do Sarau; auxiliando em eventos como RASAcústico, que consiste em apresentações musicais acústicas; Outubro Feminino, um mês de programação voltada ao Feminino e à realização do evento RASA.BR, ao qual trouxemos oficinas e apresentações musicais da cultura brasileira. No final de 2017 iniciamos o Projeto “FADAS!!!”, no qual participei da criação e como atriz nas apresentações do espetáculo infantil, estando hoje (2018) trabalhando na veiculação do mesmo. Em suma, o Espaço Rasa, ao longo de sua história, vem sendo um espaço de potência e resistência cultural, difundindo e fluindo junto aos movimentos artísticos.

Joyce Maria
Dançatriz

  • Cheguei em SP, vinda de BH, no mesmo ano que o Espaço Rasa foi inaugurado. Tive a imensa sorte de conhecer o Espaço logo no início e também a proprietária Andrea Prior, artista, professora, produtora excelente. Por mais de 15 anos tenho frequentado o lugar, e me apresentado lá também. Fiz show com algumas bandas das quais participo, dei oficinas, fiz shows solo, apresentei contação de histórias, fiz ensaios, sessões de terapias alternativas, participei de grupos de estudo e pesquisa, saraus, mostras artísticas e muito mais.  E recentemente, o Espaço ainda me foi gentilmente cedido para uma  filmagem de um curso de canto meu para o programa Repórter Eco da TV Cultura, que ficou lindo e foi de vital importância para o meu trabalho…tudo sempre com muita qualidade e amorosidade, aberto a todo tipo de público interessado em arte e cultura. Seria uma maravilha haver mais apoio a espaços como esse, que vem beneficiando artistas e público ao longo de tantos anos, funcionando com os próprios recursos, oferecendo arte e cultura da melhor qualidade a preços tão acessíveis, e em alguns casos, até gratuitamente.
    Meu agradecimento de coração à Andrea Prior e ao Espaço por tudo o que já me ofereceu e certamente ainda virá.

    Fernanda de Paula Gouvêa
    Cantora e compositora

O Rasa…
O Rasa, um pedacinho de chão de madeira, num ponto certeiro da grande cidade. Um ponto, de luz, e madeira que acolhe o homem afoito que chega da gigante cidade de pedra, cimento e asfalto e imediatamente, os perfumes dos óleos, incensos naturais, dos pensamentos elevados, do calor dos corpos que ali aterram pelo esforço das danças clássicas, devocionais ou populares.
Um ponto, pequenino, mas transformador, que agrega tantos que vêm de tão longe e voltam para suas várias comunidades e as transformam com a presença do Rasa que fica impregnado literalmente em seus corpos, conduta e vibração.
A gigante cidade de pedra, cimento e asfalto, a cidade que engoliu árvores, lagos e rios, ervas e flores nativas se rende, se curva, PRECISA deste espaço ponto de chão de madeira e cheiros sagrados de acolhimento e profundidade de pensamento. Sim, porque neste ponto, lembramos que honrando nossos antepassados e encantados plantamos mais humanidade em nossa cidade que tanto corre, muitas vezes inebriada demais.
A existência do Rasa, no lugar em que está, sem a menor sombra de dúvida é fundamental para um equilíbrio de qualidade de pensamentos e conduta dos homens e de todos os seres deste universo. E estar localizado onde está, não me parece por acaso, mas vem da ajudinha de algo maior, porque é lá onde mais se precisa de seus ensinamentos.

Andreia de Almeida
Atriz e coordenadora artística do Projeto Quixote – Funsai

O espaço Rasa tem sido fundamental para o desenvolvimento artístico, contribuindo e apoiando com a Educação Emocional através das oficinas de pesquisa com o Teatro Playback.

Fábio Araújo
Arte Educador e Playbacker

  • No Espaço Rasa encontrei ressonância com meu modo  de pensar a Arte e a Produção Cultural. Tudo está a serviço da ampliação e/ou descoberta de potencialidades. A meta é o Ser Integral e a ferramenta, a ARTE, assim mesmo, com letras garrafais!

    Elaine Frere
    Artista e Produtora Cultural

¨Conheci o Espaço Rasa em 2007 pois estava buscando aulas de Kathak e encontrei muito mais do que esperava. Além das aulas de dança clássica indiana, tive a oportunidade de participar de Oficinas de Teatro, Música Hindustani, Palestras sobre Mitologia Hindu, Sadhanas, Saraus, participei também da montagem do Ramayana para crianças e até hoje, mesmo morando em BH, me sinto conectada ao espaço e com o lindo trabalho da Andrea Prior. Foi graças ao Rasa que pude me aprofundar nos estudos de dança e sigo nesse caminho sempre trocando experiências. O Rasa é lugar que merece destaque na promoção de arte e conhecimento.¨

Fernanda Payão
Dançarina, coreógrafa e proprietária do Shiva Nataraj Danças e Práticas que oferece curso técnico em dança com autorização do MEC.

O Espaço Rasa é acolhedor, iluminado, cheio de vida, amor, alegria. Um espaço agregador! Meditação, dança, teatro, encontros, movimento!!!!
O Rasa é único; plural!!!! Gratidão pelas pessoas maravilhosas que fazem esse espaço brilhar. Gratidão à querida Andrea Prior, mulher guerreira, amiga, que faz do Rasa e do seu trabalho um mundo de infinitas possibilidades. Gratidão!!!!

Kátia Tristão
Professora do ensino fundamental

  • No Espaço Rasa, frequento desde o seu início , onde colaboro com confecções de figurinos, adereço, dou oficina de Corte e costura,  nos Saraus, ajudo na cantina e como atriz, as vezes, faço uma performance!!! Isso porque tenho SEMPRE um bom motivo para poder está num espaço onde, vc SEMPRE, encontra conforto, humanismo, alegria, amizade, amor, respeito toda Energia Positiva!!

    Vera Luz
    Atriz, aderecista e técnica de palco

Fada e participante das atividades do Espaço Rasa. O Rasa acolhe, traz paz e revigora o corpo e a alma. Espaço aberto para variadas manifestações artísticas, conta com cursos de dança e outros temas, além das terapias integrativas, que estimulam nosso cotidiano e bem estar.

Ana Bastos
Atriz e farmacêutica

“O espaço Rasa é um oásis cultural no cenário do Brasil.
Traz com consistência ações e conteúdos relevantes, de forma acessível e colaborativa, relacionados a dança, a música e ao teatro.
Espaço capitaneado pela competente e obstinada Andrea Prior, sua programação abrangente, com certeza influenciou e influencia grande número de pessoas.
Tenho acompanhado seus movimentos desde os primórdios de sua existência e atuação.
Não sou fã. Sou Rasa!”

Clóvis Arruda
Produtor cultural, fotografo e designer

  • Sou frequentador de diversas atividades  do Espaço Rasa desde 2017. Inicialmente me aproximei do local por conta das meditações aos domingos de manhã e depois passei também a participar dos Saraus e outros eventos culturais e artísticos. Por conta da minha pesquisa como ator e palhaço, no ano de 2019 fui convidado a participar como orientador das oficinas do núcleo de Humor do Espaço Rasa em parceria com Henrique Pessoa. Essa parceria também nos motivou a produzir o espetáculo  “Por que? Por que o quê? Num sei.” tendo o Espaço Rasa como local de ensaio e também de estreia da peça nesse ano de 2020.

    Rafael Francisco
    Ator

Querida Andreia, o que vou escrever, é o depoimento de uma mãe da nossa comunidade, Horizonte-azul, a respeito do Grupo Rasa. Neide, uma mulher muito simples, quase não falava. Sabe, aquela pessoa tão simples, que parece que não tem direito de sonhar? Era ela. Mas,  numa manhã bem cedo, logo após a festa dos Povos, eu a encontro. Ela estava trazendo seu filho João, de apenas 2 anos, para nossa creche. E ela me falou: sabe, Natália, eu conto nos dedos, para chegar o mês de outubro, só, para vir assistir aquela dança da Índia. Como elas dançam tão lindo. Como elas são lindas. E ainda acrescentou: meu sonho, era uma vez, poder conhecer a Índia. Quem sabe, né? Enquanto isso não acontece, eu venho aqui todos os anos me preencher!!!

Mario Zoriki
da escola de resiliência Horizonte Azul

Me chamo Maria Natália Silva de Jesus, 52 anos, estou aqui, para imensamente agradecer a todas do grupo Rasa, pelos 22 anos de contribuição voluntária para o nosso tão carente bairro Jardim Horizonte-azul, no extremo da periferia. Com certeza, a dança Indiana, e o carisma de todas vocês, iluminou muitos corações. O momento da apresentação de vocês, era um momento muito esperado por todos. Espero que essa parceria possa continuar por muitos anos ainda. Gratidão.

Maria Natália Silva de Jesus
52 anos, comunidade Horizonte Azul

  • O Espaço Rasa é de suma importância na cidade de São Paulo, que apesar de gigante, é cada vez mais carente em espaços culturais que respeitem e promovam a diversidade cultural. Além disso é uma referência da dança clássica indiana no país. Participei do espaço como expositor nos lúdicos saraus promovidos pelo Rasa e como músico junto ao Espiral Harmônica dentro do projeto RASAcústico.

    Wilson Neves
    Artesão, músico e diretor do Coletivo Arte Permanente

Os olhos, as mãos, as roupas e cada detalhe que o grupo transmitia na festa dos povos trazia a vontade de aprender mais sobre essa cultura encantadora.
Em casa a discussão sobre o que foi visto era trazido da forma mais lúdica possível, tentando reproduzir  fielmente. Que possamos voltar a ver essa bela apresentação que nos preenche a alma.

Josielma dos Santos Oliveira
Comunidade Horizonte Azul

Há alguns anos tenho a oportunidade de me alegrar e encantar os meus olhos através das belíssimas e impecáveis apresentações do grupo Rasa na comunidade onde moro num evento promovido anualmente pela Associação Comunitária Monte Azul no núcleo Horizonte Azul a distância nunca foi um empecilho para que as belas moças do grupo de dispusessem a estar abrilhantado com talento ímpar nossa festa dos povos, que celebra a alegria da diversidade entre os povos e as nações. Assim o grupo Rasa através da dança, das vestimentas e de toda a caracterização trazem para toda  comunidade a oportunidade de conhecer um pouquinho da cultura por elas apresentadas. Assim como muitos,   eu espero ansiosa a cada ano pela festa para poder vê-las e assim apreciar o quão bonita e cheia de gentileza  as apresentações se tornam a cada ano.

Ana Elisa Alves Da Silva Santana
32 anos, educadora Horizonte Azul

  • Os docentes e alunos do Rasa desenvolvem, sob a coordenação da dançarina Andrea Prior,  projetos multidisciplinares que alcançam diferentes segmentos culturais. Além da Cultura, Música e Dança Indiana, a escola oferece um campo inovador de pesquisa em Artes e Educação para o desenvolvimento integral do ser humano, em qualquer idade. Rasa é sinônimo de arte e cultura contemporânea em todas as suas nuances, instigando a expressão e a comunicação humana mais elevada através da beleza, estética e espiritualidade. Como espectadora, aluna e parceira do Rasa, tenho vivido momentos de alegria e encantamento ao tomar consciência de que a Arte é para todos e por todos nós!   Gratidão, Andrea.

    Valéria Mudita
    Terapeuta holística, 61 anos

A minha experiência com o Espaço Rasa sempre foi muito prazerosa e produtiva. É um espaço onde eu pude ter contato com culturas e costumes completamente diferentes dos meus. Eu já participei de cursos de dança indiana, workshop de bonecos, saraus, rituais étnicos, espetáculos teatrais e também tive a chance de desenvolver meus próprios projetos lá. Se a gente for pensar que a fundadora do Espaço Rasa, Andrea Prior, deixou de atuar na advocacia para se dedicar inteiramente ao desenvolvimento desse ambiente que nos oferece arte, conhecimento e diversidade cultural, já dá pra entender o tamanho do amor e dedicação que ela despende por esse projeto incrível! Sendo assim, eu acredito que o Espaço Rasa sendo contemplado por esse edital, poderá expandir ainda mais o excelente trabalho que já vem sendo realizado.

Leo Abel
Artista brasileiro residente em NY

 O Espaço Rasa faz intercâmbio entre as culturas. Em vários momentos pude conhecer e participar de atividades com pessoas que traziam as suas experiências culturais. Fiz vivências incríveis para o meu crescimento como atriz e também como indivíduo. Os cursos de dança, teatro, técnicas de clown que participei são muito importantes para a união de artistas e não artistas. Vários saraus maravilhosos que participei me trouxeram uma experiência única.  Agradeço por esse espaço existir. E tem que continuar existindo. Parabéns Andrea Prior e equipe Rasa. Vocês arrasam.

Simone Rebequi
Atriz

  • O Rasa é um importante espaço na cidade de São Paulo, que difunde, pesquisa e preserva a tradição de diversas danças. É de extrema urgência um auxílio para a manutenção das atividades do Rasa, mesmo que virtuais, neste momento de quarentena e grandes desafios.

    Talita Bretas
    Fundadora e diretora do Portal MUD – Museu da Dança

O Espaço Rasa tem sido minha referência de espaço cultural e de dança nas minhas idas a São Paulo nos últimos 5 anos. Ele promove eventos e aulas maravilhosas e tive a oportunidade de me apresentar lá, guardando a lembrança de uma das melhores energias e dos melhores lugares onde dancei. É uma referência de cultura indiana e super aberto e acolhedor das diversidades culturais – um verdadeiro oasis de luz na cidade.

Fabiana Eramo
Artista dançarina e performer italiana residente no Rio

Conheci o Rasa aos 9 anos de idade, quando comecei a fazer aulas de Odissi. Foi lá que durante anos, aprendi e experimentei diferentes linguagens – o corpo, seus gestos e expressões, a música, seus ritmos e vibrações, os cheiros e gostos e texturas das cerimônias aos deuses indianos. O espaço é uma portinha em São Paulo que abre um mundo de conhecimento, mas sobretudo que permite a experiência de novas possibilidades sensoriais e espirituais. Para mim, o Rasa é um refúgio de encanto e conhecimento.

Isabella Arnoult
Geógrafa

  • Em 2017 tive a sorte de conhecer o Espaço Rasa, o lugar ideal para desenvolver meus trabalhos com grupos de voluntários. E é ali no Espaço Rasa, que faço a Capacitação de Voluntários/as Com Personagem Clown Para Visitas em Hospital. Além do lugar muito propício às nossas atividades, o Espaço também nos disponibiliza outras oportunidades na área cultural, como cursos, workshops, saraus… promovendo integração com várias linguagens e fazeres da arte e das culturas.

    Wilson Tonioli
    Ator/palhaço e formador da trupe Doutores Atrapalhadores

I am a musician from Rome, Italy and I travel all around the globe for my concerts in International Festivals. I was on tour also with world famous Pop Singers like Sting  and then with Shakira. But, when I came to wonderful Brazil, I had the privilege to be invited by Rasa Cultural Association of San Paolo for a Work Shop on Rhythm and Improvisation, I was impressed by the Hospitality and the interest shown by the Students of Rasa Cultural Association. This Centre of Learning  really deserves a concrete help and support by the local Government to promote Art, Dance and Music, especially in this moment of World Pandemic Crisis. Rasa Centre does a wonderful job of International Workshops of high quality.
Beauty shall save the World, said Oscar Wilde.

Rashmi Bhatt
tabla player
Rome – Italy

O Espaço Rasa tem um grande e belo histórico em seus dezessete anos de existência, sendo um lugar irradiador de cultura, pesquisa e conhecimento nas áreas da dança, da música, do teatro e das mais diversas linguagens artísticas. Conheci o Rasa em um momento muito delicado da minha vida e o acolhimento e a energia que o lugar propaga contribuíram imensamente para a minha reconstrução emocional e artística. Namastê!

Jefferson

  • Conheço o Espaço Rasa desde sua abertura. Sempre foi um espaço acolhedor para os amigos e aberto para as mais diferentes expressões artísticas. Através dos saraus do Espaço Rasa, é possível entrar em contato com os mais diversos artistas, que tem a oportunidade de compartilhar seus talentos.

    Maurício Sterchele
    Ator e bonequeiro

Frequento e Espaço Rasa desde 2005. Fiz um recital com musica de camara neste importante centro de cultura da cidade de Sao Paulo , alem de ter assistido diversos outros artitistas da area de dança, literatura, musica, meditaçao e  diversas atividades voltadas para as cultuturas etnicas orientais, culturas brasileiras de raiz e alusivas às nossas telúricas festas populares. Ambiente de poderosa produçao artística e açao humanitária através da cultura.

Claudio Weizmann
Maestro e violonista

A minha experiência com o Espaço Rasa sempre foi muito prazerosa e produtiva. É um espaço onde eu pude ter contato com culturas e costumes completamente diferentes dos meus. Eu já participei de cursos de dança indiana, workshop the bonecos, saraus, rituais étnicos, espetáculos teatrais e também tive a chance de desenvolver meus próprios projetos lá. Se a gente for pensar que a fundadora do Espaço Rasa, Andrea Prior, deixou de atuar na advocacia para se dedicar inteiramente ao desenvolvimento desse ambiente que nos oferece arte, conhecimento e diversidade cultural, já dá pra entender o tamanho do amor e dedicação que ela despende por esse projeto incrível. Sendo assim, eu acredito que o Espaço Rasa sendo contemplado por editais, poderá expandir ainda mais o excelente trabalho que já vem sendo realizado.

Leonardo Abel
Artista Brasil/EUA

  • Fiz parte do núcleo de dança contemporânea do Espaço Rasa de 2006 até 2013. Anos de muito aprendizado dentro da diversidade que o espaço oferece, bem como com a qualidade de convivência e construção coletiva de eventos artísticos de dança, musica, poesia, rodas de estudos, pesquisas e projetos . Uma parte do que sou como pessoa e artista se formou ali, junto a tantas outras pessoas que por lá vi passar.

    Katia Silva
    Psicoterapeuta

O Espaço Rasa é um lugar acolhedor e harmônico, onde a expressão artística e cultural da Índia está em primeiro lugar. Aulas de dança clássica indiana, música, teatro, além de comemorações importantes como o Diwali. O Espaço Rasa existe há muitos anos e precisa continuar para propagar a cultura e arte indiana, tão rica e querida pelos brasileiros. Eu frequento o Espaço Rasa há 16 anos e minha filha fez aulas de dança indiana. Sou de origem indiana e posso afirmar que é um lugar onde tudo é feito com muito empenho e seriedade. Adoro!

Helga Miranda
Procuradora do município de São Paulo

O Espaço Rasa na coordenação de Andrea Prior consegue desenvolver ensino; cultura e  entretenimento de uma forma que atinge nossa saúde física; mental e social. São quase 18 anos que procuro contribuir para que toda essa alegria se mantenha.
Diretamente participo em aulas de Odissi: dança clássica indiana, acompanhando com a percussão do Pakwaj.

Sandro Ferraracio

  • No Espaço Rasa se aprende danças clássicas indianas, cultura e tradição em momentos múltiplos de aula, cultos e apresentação!

    Bruna Pasquini
    Bióloga

Conheci o Rasa, como quem conhece um pequeno templo das artes: em meio ao tumulto da cidade, uma ilha de serenidade, onde a beleza é descoberta em cada detalhe. A arte em seu estatuto de manifestação do Sagrado, é exercida sob o olhar das deidades indianas, dirigida pela sua sacerdotisa em terras brasileiras: Andrea Prior,  que ao longo dos anos vem proporcionando aos habitantes dessa cidade, a Cultura,  o auto conhecimento e o propósito de viver uma vida significativa.
Com as bênçãos de Shiva Nataraja. Jaya!

Jorge Oliva
Ator, diretor, professor de teatro e mitologia

O Espaço Rasa tem um grande e belo histórico em seus dezessete anos de existência, sendo um lugar irradiador de cultura, pesquisa e conhecimento nas áreas da dança, da música, do teatro e das mais diversas linguagens artísticas. Conheci o Rasa em um momento muito delicado da minha vida e o acolhimento e a energia que o lugar propaga contribuíram imensamente para a minha reconstrução emocional e artística. Namastê!

Jeferson Santiago de França
Editor e ator

  • O Espaço Rasa Arrasa:
    Centro de Cultura Hindu, mas não só, o Rasa nos brinda com uma programação que abarca dança, alimentação, teatro, música, saraus, etc… Em um ambiente acolhedor e intimista, sempre saimos de lá com contentamento e sensação de havernos sido nutridos. Vale frequentá-lo sempre que possível.

    Sandra Sofiati
    Psicoterapeuta

Cheguei ao Rasa em 2008, depois de 15 anos vivendo fora. Ao reencontrar  Andrea Prior e a maravilhosa equipe de pessoas que lá trabalhavam, me senti em casa e assim, pude começar a desenvolver meu trabalho novamente no Brasil, em sintonia plena com o comprometimento com a Arte (principalmente a dança) e a promoção do bem-estar integrado com a coletividade.
Especialista em movimento, criei o Movimento Essencial,  um sistema de aulas, terapias corporais energéticas e vivências artísticas integrativas, como campo de investigação, aprendizagem, autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.

Geórgia Gugliotta
Terapeuta corporal somática, professora, bailarina e designer

O espaço Rasa é um lugar muito receptivo, acolhedor, onde sempre você estará aprendendo algo novo. Eu adoro os eventos, principalmente os saraus. O lugar me faz muito bem e sinto saudades de dançar e aprender lá.

Gabrieli Rieli
Estudante

  • O Espaço Rasa é um lugar cheio de sabedoria a ser transmitida, cheio de vida e terreno fértil para ótimas aulas e produções. Danças tradicionais, peças de teatro integrativas, leituras instrutivas, artes marciais, aprendizados cooperativos visando o aprimoramento humano, dentre muitas outras coisas. Faz um papel fundamental de ponte entre a cultura brasileira e a cultura ligada aos ensinamentos ancestrais da humanidade.
    Sou extremamente grato por poder ter participado das suas atividades.

    Mavutsinim Plaça Santana
    Professor de artes no colégio Waldorf Micael de São Paulo

Frequento o Espaço Rasa desde os 3 ano de idade, quando fazia aulas de pintura. Com 15 anos comecei a fazer aulas de Odissi, uma modalidade de dança indiana. Além das aulas, eu e minha família frequentamos os eventos que o Espaço Rasa organiza com muita dedicação, como os Diwalis. É um espaço que celebra a cultura indiana no Brasil, muito importante para nós descendentes de indianos e brasileiros que gostam da cultura. Adoro!

Yara Miranda Antoniassi
Estudante de relações internacionais na FGV

Sou muito grata por ter encontrado um espaço cheio de luz e harmonia que eleva a dança  trazendo uma horizontalização da cultura. Temos a oportunidade de conhecer vários tipos de dança com profissionais excelentes e muito dedicados e os encontros no Rasa vão muito além da dança. O ambiente favorece a troca, o aprendizado, o autoconhecimento e o autocuidado. Frequentemente temos saraus, mostras e vários eventos que ajudam a ampliar nossa consciência por meio da arte.

Fabiana Ramos Martin,
Terapeuta integrativa e aluna do Rasa há 2 anos

  • O Espaço Rasa é um lugar que acolhe multiculturas, multisaberes e multiexperiências dos amantes das artes, das culturas mitológicas de povos significativos à sabedoria dos mundos, e daqueles que buscam viver o seu propósito. Aqueles que buscam qualificar seu corpo, seu espírito, sua sutileza, para poder devolver à sua egrégora e cumprir sua missão. Este Espaço é realmente onde “se experencia o sentimento de saciedade desperto pela contemplação da obra”. Foi e é um grande pilar para meu desenvolvimento como pessoa, sócioeducadora e artista.

    Maria Rosa Caldas
    Arte educadora

O Espaço Rasa é sem dúvida uma dos espaços de pesquisa e difusão Artística mais importantes de São Paulo! Um lugar especial dentro da cidade, que emana uma energia muito importante, que desde seus primeiros dias de vida sempre agregou diversas linguagens artísticas, da Índia ao nordeste brasileiro, promovendo cursos regulares, encontros de formação e apresentações ao público! Sou muito feliz e Agradecido por passar grande parte da minha formação profissional no Espaço Rasa, dando aulas regulares de Kempo e pesquisando minha linguagem Artística e Profissional! Vida longa ao Espaço Rasa, tão importante para a classe Artística, para a comunidade e público de São Paulo! Avante!

Ciro Godoy,
Dançarino, músico e instrutor de kempo